Significado de Não há quinta ruim

O que não há quinto ruim:

O ditado "não existe um quinto ruim" refere-se ao fato de que o melhor de uma situação pode acontecer no final.

Esta interpretação tem origem nas festas taurinas espanholas, nas quais antigamente eram os fazendeiros que decidiam a ordem dos touros no dia.

Sendo assim, eles deixaram seus exemplares mais destacados em quinto lugar, então era de se esperar que o melhor do espetáculo ocorresse naquela época.

Outra versão, menos difundida, sugere que embora a expressão tenha origem nas touradas, na verdade se referia ao espírito de quem assistia à luta que, ao ver o quarto touro, comia um lanche. Então, quando a corrida foi reiniciada com o quinto espécime, eles estavam mais prontos para o show.

Um exemplo do uso desta expressão hoje poderia ser aplicado a alguém que, após ter experimentado várias experiências de trabalho, consegue um novo emprego. Nesse caso, “não existe um quinto mal”, ou seja, essa poderia ser uma experiência proveitosa após ter passado por outras que talvez não tenham sido tão boas.

Um equivalente a esse ditado poderia ser “a terceira vez o charme”, para indicar que depois de várias oportunidades você pode alcançar o sucesso ou tirar proveito de uma situação.

A expressão "não há quinta má" também pode ser interpretada como uma sugestão de resignação, indicando que você tem que se contentar com o que existe, com o que resta de alguma coisa. No entanto, esse uso não é tão comum.

Tag:  Tecnologia-E-Inovação Provérbios E Provérbios Em Geral