Significado de Haiku

O que é Haiku:

Como haicai, é denominado um tipo de poesia tradicional japonesa que consiste em uma estrofe de 17 amoreiras (unidade linguística menor que a sílaba) que se distribuem em três versos de cinco, sete e cinco amoreiras cada.

Haiku é a expressão de uma emoção profunda, despertada do espanto do ser humano com a natureza, despojada de artifícios ou abstrações estéreis. Aborda questões da vida cotidiana ou do mundo natural em um estilo simples, sutil e austero. Normalmente contém uma referência, direta ou indireta, à estação do ano.

O Haiku é caracterizado pelo contraste de imagens, que são abordadas a partir de perspectivas diferentes ou inesperadas e que despertam no leitor um sentimento de espanto e emoção, de melancolia e exultação, de fascínio estético e choque espiritual.

Como tal, é um tipo de poesia que expressa uma espiritualidade na relação do homem com a natureza, que muitos associam ao Zen, mas que na verdade está em sintonia com o Xintoísmo. Na verdade, quem popularizou o haicai no Japão no século XVII foi o monge Matsuo Bashō

O haicai, como tal, nasce da divisão do haikai, tipo de composição poética da qual apenas os três versos iniciais de cinco, sete e cinco amoras foram preservados. Na verdade, a palavra haicai, proposto por Masaoka Shiki para designar este tipo de poema, é a contração de haicai-hokku.

Exemplos de haicais

"Esta estrada / ninguém viaja, / exceto o crepúsculo." Bashō.

"O vento de inverno sopra / os olhos dos gatos / piscam." Bashō.

“Cortei um galho / e desbravou melhor / pela janela”. Shiki.

"Deitada / vejo as nuvens passarem / Sala de verão." Já há.

Haicai e caligrama

Haiku é um estilo tradicional de poesia japonesa. Seu tratamento de assuntos simples e sua brevidade são caracterizados. É composto por 17 sílabas dispostas em três versos de cinco, sete e cinco amoras cada.

Já o caligrama é uma composição poética caracterizada por possuir um arranjo tipográfico que visa representar o conteúdo do poema por meio da formação de uma imagem visual com as palavras. É um aspecto da chamada poesia visual. Seu maior representante foi Guillaume Apollinaire.

Tag:  Ciência Tecnologia-E-Inovação Provérbios E Provérbios