Significado das reticências

O que são reticências:

A elipse é chamada de supressão ou omissão intencional de um elemento da fala que é compreendido ou pode ser reconstruído graças ao contexto.

Por exemplo, "José está no mercado e eu em casa". Neste exemplo, o verbo "Eu sou" foi excluído e, o significado da frase não foi perdido, o verbo permanece implícito e é compreendido.

A palavra elipse vem do latim elipse, que por sua vez derivou do grego elleipsis, y significa "omissão".

A elipse também é uma figura literária, ou seja, é um recurso utilizado na literatura a fim de evitar repetições desnecessárias, dar maior ênfase a um segmento da frase, gerar maior fluidez e ritmo, sem afetar a construção gramatical da mesma.

No entanto, o uso da elipse vai além da literatura. Na linguagem cotidiana, as pessoas fazem uso constante dessa figura literária para tornar a comunicação mais fluida e direta.

Por exemplo, quando uma pessoa pergunta: "Como vai você?" em vez de "como vai você?" Como se pode ver, o sentido da pergunta não muda, é compreendido.

A reticência também faz parte dos dispositivos literários utilizados nas técnicas narrativas do cinema e da publicidade para seduzir o receptor por meio de mensagens diversas, como frases diretas ou substituição de imagens por palavras.

Em ditos populares, você pode encontrar exemplos de reticências como, "O bom, se curto, duas vezes bom" (o verbo ser é omitido), "Um bom entendimento, poucas palavras são suficientes" (fica claro que poucas palavras são necessários para obter informações), entre outros.

Tag:  Expressões Populares Tecnologia-E-Inovação Em Geral