Significado do cliente

O que é o cliente:

Cliente, do ponto de vista da economia, é a pessoa que utiliza ou adquire, com frequência ou ocasionalmente, os serviços ou produtos que lhe são colocados por um profissional, um negócio ou uma empresa. A palavra, como tal, vem do latim clientes, clientis.

Nesse sentido, os sinônimos de cliente são comprador, quando se trata de uma pessoa que adquire um produto por meio de uma transação comercial; usuário, quando a pessoa faz uso de determinado serviço, e consumidor, quando a pessoa, fundamentalmente, consome produtos ou serviços.

Por outro lado, um cliente também é chamado de pessoa que está sob a proteção de outra. Este tipo de relação situa-se, por exemplo, no direito, onde o advogado representa, protege e defende os direitos do seu cliente.

Por fim, a expressão "o cliente tem sempre razão" é um preceito muito popular para se referir ao fato de que, independentemente da exigência, quem exige um serviço e paga, tem sempre razão em exigir a satisfação total das suas necessidades de acordo com as suas expectativas.

Cliente interno e externo

Na esfera empresarial ou organizacional, existem dois tipos de clientes considerados de acordo com seus papéis e funções: interno e externo. Clientes internos, como tal, são aquelas pessoas que trabalham dentro de uma empresa e fornecem seus serviços e mão de obra para que esta possa oferecer produtos ou serviços que sejam comercializáveis. Nesse sentido, os funcionários de uma empresa são seus clientes internos.

O cliente externo, por outro lado, são todas as pessoas para as quais se orientam os produtos ou serviços que uma empresa coloca no mercado e das quais são efetivos compradores ou utilizadores. Como tal, são os clientes externos que fornecem o fluxo de receita dentro da empresa.

Cliente de Marketing

Já para a disciplina de Marketing, os clientes podem ser classificados de várias maneiras. Assim, existem clientes constantes, frequentes e ocasionais, sendo os primeiros os mais assíduos e os segundos os que realizam ações de compra de forma mais esporádica.

Da mesma forma, dependendo do padrão de atividade que apresentam, podem ser divididos em clientes ativos e inativos, sendo os primeiros, clientes ativos, aqueles que atualmente ou no passado recente utilizaram um serviço ou adquiriram um produto; e estes últimos, os inativos, por outro lado, são aqueles que por um período considerável de tempo não utilizaram um serviço ou realizaram uma ação de compra.

Da mesma forma, os clientes podem ser subdivididos em mais duas categorias, dependendo do tipo de experiência que tiveram com o produto ou serviço que adquiriram: clientes satisfeitos e insatisfeitos. Nesse sentido, na faixa dos satisfeitos estão aqueles que tiveram uma experiência agradável ou positiva com a compra do produto ou serviço, enquanto os insatisfeitos são aqueles cuja experiência se situa na faixa do negativo.

Cliente de Computador

No domínio da Informática, denomina-se cliente aquele equipamento, programa ou processo que depende, para determinadas funções, de outro computador, denominado servidor, ao qual está ligado através de uma rede de telecomunicações. Um cliente, por exemplo, é um navegador por meio do qual você pode acessar, com uma conexão a uma rede como a internet, muitos servidores gratuitos.

Cliente legal

Do ponto de vista jurídico, por seu lado, como cliente, podemos designar aquela pessoa, singular ou colectiva, que adquire serviços ou produtos através de operações de compra comercial.

Cliente na política

Na política, o cliente é uma pessoa a quem um político ou líder concede benefícios ou recompensas, em troca de seu voto, seu apoio ou outros tipos de favores políticos. Essa prática política é chamada de clientelismo e está fora do exercício ético e justo da política.

Tag:  Tecnologia-E-Inovação Em Geral Expressões Populares